Dungeonology

Leave no page unread, no chest unopened, no map unexplored, and no realm undiscovered!

— A dungeonologist’s credo

Quando vi o Dungeonology no site da Wizards e na Amazon.com.br, não imaginava que o tal livro descrito como uma viagem sobre Forgotten Realms com Volo como “guia” seria um livro popup. É o tipo de livro que geralmente vemos como livros para crianças, em que partes das páginas são interativas, só que em uma versão mais madura.

Vai ficar bonito na mesa de centro ou na estante

Por mais maduro, quero dizer que o livro não é infantil no sentido de que é mais um brinquedo que um livro. Pelo que entendi da proposta, seu objetivo é interessar pessoas (crianças ou pré-adolescentes) em Dungeons & Dragons e ser um eye-candy para fãs de Forgotten Realms. A idade indicativa é de 10 a 12 anos.

Como é?

A comparação que posso fazer foi com um livro de Harry Potter que dei de presente uma vez. Vinha o Mapa do Maroto, cartas escritas por personagens, várias referências e páginas que se abriam em outros segredos. Quem recebeu ficou muito feliz, era fã do universo de J. K. Rowling.

Em suas 30 páginas (grossas para aguentar a manipulação e fornecer meios para as partes interativas), encontram-se diversas informações das viagens de Volo, usando ilustrações já conhecidas dos fãs da 5ª edição, desde produtos de transição da 4ª edição para a Next. A capa é um illithid, suponho que seja o Zeno do D&D Attack Wing, mas não representa bem o conteúdo do livro. Talvez fosse melhor uma paisagem de Waterdeep, o mapa da Sword Coast ou personagens icônicos como Drizz’t Do’Urden e Elminster Aumar.

O que tem nessas páginas ocultas?

O livro está dividido em 13 capítulos com um mapa central (o que usaram para a Storm King’s Thunder):

  1. Welcome to Adventure!
  2. The Adventuring Party
  3. Dungeonology Equipment
  4. Magic and Magic Items
  5. The Lands of the Forgotten Realms
  6. Rogues and Traps
  7. Fortune and Glory
  8. Clerics
  9. The Five Factions
  10. Monsters
  11. Villainous Threats
  12. Heroes and Legends
  13. Last Words

O grande arquimago (odiado pelos jogadores cujos mestres insistem em usar os personagens clássicos do cenário como muleta narrativa ou forma de punir os jogadores) faz sua primeira aparição em uma carta logo no início com sua runa (protegida por Mystra). Comparado com a 2ª edição, Elminster parece bem mais suave ao comentar os escritos de Volo (que não sei como sobreviveu às passagens de edição – veja a primeira peça interativa do Capítulo 1 para mais informações).

Falando nas peças interativas, para quem não está acostumado com esse tipo de livro (ou estava cansado depois de um dia de trabalho), achei as primeiras peças fáceis de “perder”, pois parecem apenas uma coluna ou seção com detalhe diferente no fundo. Em uma segunda passada, vi a peça do Volo e a das raças. Essas descobertas arrancaram alguns “uau!” de mim, mais pelo cuidado que a Candlewick Press teve com a qualidade do material (apesar de ter encontrado um typo na página 4, seção Other Sorts, rogue virou rouge). Depois de um tempo, passei a passar as mãos em todas as páginas procurando segredos que escaparam aos meus olhos.

O capítulo 2 ensina sobre a construção de um grupo e ordem de marcha, dados os devidos papéis. Para o jogador de rpg veterano e para o jogador de videogame, nada diferente do que já se sabe, mas para quem nunca jogou pode ser uma informação importante.

As referências a masmorras, itens e personagens clássicos estão espalhadas pelo livro. Do Book of Vile Darkness a Sigil, passando por mimics e bolsas do espaço infinito. Aliás, uma das peças mais bonitas é a dobradura da bolsa do espaço infinito. Alguns nomes de personagens, lugares e raças vêm com a pronúncia com sílaba tônica. Nada mais de chamar tieflings de “taiflins”. Foi com esse livro que descobri que os personagens da webserie Force Gray são os mesmos de algumas imagens promocionais.

O que há dentro dessa dobradura? Algo que você não quer jogar em um buraco portátil.

O livro termina com uma imagem holográfica bonita e que casa bem com o tema. Uma surpresa foi uma “amostra” do Volo’s Guide to the Forgotten Realms, suposto livro a ser lançado por Volo cuja capa é a mesma da 3ª edição de Forgotten Realms. Arrancou um “Noooooossa” de nostalgia.

Esse livreto pra mim foi a parte mais bacana de todo o livro. Há referências a todos os produtos lançados para a 5ª edição, cidades da Sword Coast que fizeram parte de aventuras lançadas (e de produtos como Sword Coast Legends – como Luskan), Gauntlgrym que foi importante para o desenvolvimento de Neverwinter e, impressionantemente, cita a Tomb of Horrors (Acererak já havia sido citado anteriormente) como um lugar fora de Faerûn (mas digno de nota), além de mencionar Greyhawk, Sigil e Barovia de Ravenloft. Outros lugares que não aparecem em produtos de Forgotten Realms há algum tempo, como Chult, Zakhara e Kara-Tur também aparecem nesse livreto.

Talvez essas menções sirvam para gerar interesse e levar a compras dos livros escaneados que estão sendo lançados na DM’s Guild (e agora em versões impressas). Outra suposição seria aguardarmos possíveis relançamentos de Undermountain – talvez como boardgame – e de outras aventuras clássicas em adaptação para Forgotten. A Tomb of Horrors se transformar em uma masmorra transdimensional que saltita entre os planos não seria algo difícil de se imaginar (mas difícil de sobreviver, ainda mais).

Conclusão

Dungeonology não é um livro com material de campanha ou regras. É um livro para ser dado de presente a alguém que é fã do mundo de Forgotten Realms ou que vá se interessar por RPG ao ver aquelas imagens e páginas interativas. Pode ser encontrado pelo preço de capa de $24.95 na Amazon e em valores em Reais na Amazon Br.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s