Old Dragon: Malvirdan, a serpente da Floresta Negra

Malvirdan foi criado para minha campanha de Old Dragon como uma criatura única. Eu queria introduzir um oponente que fosse como um dragão, mas que eles pudessem enfrentar no 3º nível e que fosse único, com habilidades que eles não pudessem simplesmente adivinhar pela cor das escamas do dragão.

Procurando na internet, encontrei umas tabelas para geração de dragões únicos, o que deu o pontapé inicial. O resto dos detalhes preenchi com as tabelas do Bestiário de Old Dragon. Acabei gerando dois para testar e o Malvirdan foi o que escolhi para ser o guardião da Torre Invertida (da aventura o Templo do Homem Cobra).

Na verdade, a jóia do templo (o coração de Drakhan) era seu coração petrificado e a única forma de enfraquecê-lo, o que retiraria suas defesas contra armas normais. O grupo quase morreu contra Malvirdan, mas conseguiram derrotá-lo e salvar (algumas) das donzelas raptadas da vila de Pippens (ver logs do Rapto das Donzelas de Pippens e a Torre Invertida).

Esse post faz referência a material desenvolvido por Rafael Beltrame (aventura Que As Aventuras Comecem) e por Lourival  “Zoltra” Gomes Júnior e Edson “Druida das Pradarias” Júnior (aventura O Templo do Homem Cobra).

Malvirdan, a Serpente da Floresta Negra

Malvirdan é uma serpente com 6 patas e um longo e esguio corpo. Suas escamas negras e verdes formam um padrão com cintilação oleosa. Sendo uma criatura antiga e poderosa, venerada como um deus pelos cultistas da Torre Invertida, Malvirdan removeu seu coração e aplicou um ritual similar ao de um lich para ter vida eterna e proteções contra armas não-mágicas. Seu coração tornou-se uma jóia tosca do tamanho da cabeça de um homem, pulsando com calor e emitindo uma luz vermelha. Essa jóia, o Coração de Drakhan, possui uma maldição (ver aventura O Templo do Homem Cobra).

Enfrentado e derrotado por Sir Valérius, Malvirdan deixou-lhe profundas cicatrizes. O lendário guerreiro perdeu seu escudo nessa luta e teve que abandonar o covil do monstro, que acreditava-se destruído. Malvirdan, fraco e quase morto, não fosse por sua alma estar presa no Coração de Drakhan, precisou entrar em um período de hibernação de uma centena de anos.

Findo o período de hibernação, Malvirdan acordará e procurará donzelas para os sacrifícios em que era honrado pelos cultistas da Torre Invertida. A criatura sabe que só assim conseguirá recuperar suas forças e reerguer o culto dos homens-cobra que dominavam a região há centenas de anos. Perto da Floresta Negra está o vilarejo de Pippens.

Tamanho e alinhamento: Imenso / Caótico
Tipo: Aberração / Dragão
Encontros: 1 (único)
Prêmios: 50% + 1d4 itens mágicos
XP: 3350
Movimento: 18m
Moral: 10 (fora) / 12 (covil)

Força: 23 (+6) Constituição: 15 (+2) Sabedoria: 13 (+1)
Destreza: 10 (+0) Inteligência: 12 Carisma: 12

CA: 14
JP: 13 (Constituição +2, Sabedoria +1)
DV: 11 (110 pvs)
Ataques:
Mordida +16 – 1d6 + 6
2 garras +10 – 1d6 + 4
Magias
Baforada

Baforada: Cone de gás de 20m de comprimento e 5m na base. Jogada de proteção baseada em Sabedoria ou é afetado por sono como conjurado por mago de 8º nível. 1 vez por dia.

Magias por dia:
1º círculo – Detectar Magia, Enfeitiçar Pessoas, Patas de Aranha
2º círculo – Aterrorizar, P.E.S., Raio do Enfraquecimento
3º círculo – Forma Espectral, Dissipar Magia
4º círculo – Muralha de Fogo, Porta Dimensional

Tesouro:
50000 peças de cobre, 5000 peças de prata, 675 peças de ouro, medalhão da adaptação, escudo de metal +1 (ordeiro) – Escudo de Sir Valérius, cajado +1 (caótico) – um cajado negro com a inscrição “Nunca Esquecido”.

Itens Mágicos:

Escudo de Sir Valérius – Esse escudo de metal traz o emblema de Sir Valérius, um cavaleiro herói da região Belars, facilmente reconhecido por qualquer habitante da região ou quem tenha ouvido as histórias do cavaleiro. Escudo de metal +1 (ordeiro).

Nunca Esquecido – Um cajado de madeira negro com pontas de metal, desconhece-se sua origem. A única informação que poderia ligá-lo a um criador ou antigo dono é sua inscrição em runas, “Nunca Esquecido”. Ironicamente, o dono pode ter esquecido o cajado. Cajado +1 (caótico).

Anúncios

3 comentários sobre “Old Dragon: Malvirdan, a serpente da Floresta Negra

  1. Pingback: Old Dragon: Drahamesh, a serpente gélida | As Minas de Sal de Zanzer Tem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s